DIARINHO Online

Pular para o conteúdo

13h58 - Terça-feira, 31 de Março de 2015.

Acesso do Assinante

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Thais Brito

Blogs > Thais Brito > Sex Blog

Data de publicação: 31/03/2015 Comentários

Sexo na terceira idade

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Ao contrário do que se pensa, a terceira idade não é a hora de parar de fazer sexo. É exatamente nesse momento que o casal pode tirar proveito da maturidade, intimidade e tempo livre que tem para usufruir do prazer que o corpo pode proporcionar aos dois.

Porém, como nessa época da vida tanto o corpo do homem quanto o corpo da mulher sofrem mudanças que desfavorecem a relação sexual, é preciso investir em alguns cuidados para que o sexo seja prazeroso em vez de doloroso e difícil.

Após os 65 anos, o homem tem seus níveis de testosterona e dopamina reduzidos, além de ter o hormônio responsável pelo bloqueio do apetite sexual aumentado. Esses fatores em conjunto podem minar a vontade do homem de ter relações sexuais, além de dificultar a ereção e diminuir a quantidade de esperma.

No corpo da mulher, as mudanças ocorrem ao longo dos anos, com a chegada da menopausa e o corpo vai se alterando pouco a pouco.

A mulher na terceira idade pode sentir dor nas relações sexuais, por causa das mudanças na pele. Além disso, após os 65, a mulher passa a ter orgasmos diferentes, com sensações diferentes e menos intensos.

Outro fator que pode complicar é que diversas áreas do corpo deixam de ser sensíveis ao toque, fazendo com que apenas as áreas genitais consigam excitar a pessoa por meio de estímulos.

Apesar destes fatores desfavoráveis, é possível ter uma vida sexual saudável e ativa na terceira idade. Basta seguir as dicas a seguir e não ter medo de investir na obtenção do prazer a dois.

10 dicas para melhorar a vida sexual na terceira idade

Não se prenda ao passado, não se obrigue a continuar fazendo as mesmas coisas na cama;
Não tenha medo de inovar e conhecer formas diferentes de ter prazer;
Conversem abertamente sobre sexo para entenderem juntos como podem melhorar a vida sexual dos dois;
Não seja extremamente exigente consigo e nem com seu parceiro, as cobranças podem ser desestimulantes;
Nem sempre vocês conseguirão os resultados esperados, portanto não se deixem levar pela frustração e tentem de novo;
Esteja sempre de olho nos sinais que ele dá na cama, para saber quando continuar ou quando parar alguma coisa;
Usem lubrificante para facilitar a penetração e torná-la mais prazerosa;
Pratique atividade física regular e tenha uma alimentação balanceada para manter o corpo saudável e estar disposta para o sexo;
Beba bastante água para dar uma força à produção de fluidos necessários para uma relação sexual boa;
Não tenha medo de ter prazer, isso não é proibido na terceira idade, mas sim recomendado.
É importante também tomar muito cuidado com medicamentos que prometem milagres, então nunca se deve tomar remédios antes de consultar um médico. Recomenda-se também fazer exames regulares para conferir como anda a saúde.

Você e seu parceiro devem aproveitar as vantagens do sexo na terceira idade, como melhora da autoestima e qualidade de vida. Mas não se esqueçam que a camisinha proporciona segurança no sexo para pessoas de qualquer idade e não deve ser deixada de lado.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 27/03/2015 Comentários

9 segredos que os homens gostariam que você soubesse sobre sexo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Quando o assunto é sexo, nem todos os manuais do mundo dão conta de explicar tudo o que homens e mulheres mais gostam, mas não custa tentar. Fique atenta a nove segredinhos sobre sexo que eles adorariam que você soubesse.

1 – Um pouco de “agressividade” é bem-vinda

Cuidado, quando se fala em “agressividade” as aspas devem ser levadas a sério. Ninguém gosta de bater ou apanhar de fato. Na verdade, os homens gostam de sexo um pouco mais rude, de vez em quando. Apertões sutis, leves puxões de cabelo, entre outras coisas são o bastante para alcançar essa categoria.

2 – Todo homem quer provar sexo anal

Certo, talvez não todo homem, mas 99,99% deles sim. Alguns não falam ou dão a entender isso – talvez porque não sintam que têm essa liberdade, talvez porque tenham medo da reação de suas companheiras – mas, se você também tem curiosidade, sugira ao gato experimentar o sexo anal e observe: provavelmente ele dará pulos de felicidade.

Veja bem: certifique-se de não estar fazendo apenas para agradá-lo, você tem que estar realmente a fim.

3 – O tamanho realmente importa, para eles

Não, não se trata apenas de uma comparação boba com os pênis dos amigos dele. Rapazes, de fato, querem saber se seu pênis tem um tamanho satisfatório. Naturalmente, isso é bobeira, já que o tamanho nem sempre interfere no prazer proporcionado à parceira mas, para eles, é um dado importante.

Portanto, sempre que possível, elogie as performances do seu amor, enaltecendo, entre outras coisas, o tamanho do “companheiro” dele.

4 – Eles gostam quando a mulher se sente à vontade consigo mesma

Nada mais chato que uma mulher que não se aceita. Na cama, então, esse fator ganha proporções muito maiores. Estar à vontade com seu corpo significa que o sexo será muito mais natural. Mulheres que se preocupam muito com seus melhores ângulos, entre outras coisas, fazem com que o momento se torne menos prazeroso e artificial demais.

5 – Homens gostam de elogios

É simples: você se produziu e quer ouvir que “está linda hoje”. Os homens também. É claro que a natureza masculina tem mais facilidade em elogiar, mas não custa dar uma massageada no ego dos rapazes. Um simples “você fica bem com essa camisa” ou “eu adoro esse seu perfume” já te dão pontos extras com eles.

6 – Mensagens com fotos suas são bem-vindas

Calma, mocinha, não é necessário que sejam fotos sensuais. As facilidades oferecidas pela tecnologia são incríveis e ele vai adorar se você, casualmente, enviar uma foto sua divertida ou despretensiosa para o celular dele.

Pode estar devidamente vestida, indo para o trabalho ou mesmo vendo TV e, o melhor: não precisa estar lindíssima ou produzida, a ideia é que a foto seja apenas uma maneira de dizer “estava aqui à toa e lembrei de você”. Só não vale encher a caixa de mensagens dele com poses suas o tempo todo, porque aí a brincadeira perde a graça.

7 – É legal te ver “largada”

Embora lingeries sejam mesmo extremamente sensuais, os homens também sabem apreciar quando a mulher está “de qualquer jeito”. Sabe aquela roupa de ficar em casa? Tem seu charme, acredite. Dá um ar inocente de “não era pra você me ver assim” e pode fazer toda a diferença no imaginário masculino.

8 – Eles precisam se sentir desejados

A insegurança não é exclusividade feminina, os homens também podem se sentir muito inseguros quando o assunto é sexo. Por isso, quando seu parceiro insinuar que quer, sinalize de volta que também está a fim. O mesmo vale para quando você estiver com vontade: tome a iniciativa. Do contrário, ele pode achar que o problema é com ele.

9 – Tudo que eles querem na cama é uma confidente

Timidez, na cama, é sinônimo de problema. Exponha seus desejos, divirta-se e não hesite em propor novas experiências. Homens adoram testar posições e situações diferentes, então não se acanhe. Demonstre que, além de prazer, está ali para dividir com ele momentos com muita diversão.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 26/03/2015 Comentários

As 10 curiosidades mais interessantes sobre sexo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Quando estamos no colégio, ainda nos primeiros anos das aulas de ciências, aprendemos como funciona o mecanismo de reprodução humana. Depois, já no colegial, as lições de biologia aprofundam o estudo e nos ensinam um pouco mais do mecanismo incrível que gera vidas.

Já no âmbito pessoal, devagar vamos descobrindo diversas novidades que, por mais que os amigos comentem, só se tornam realmente naturais depois de experimentadas. O sexo e seus mistérios: quando pensamos que já sabemos de tudo, vem a ciência e nos apresenta uma novidade.

Conheça dez das curiosidades mais interessantes sobre o assunto, coisas que você (quase com certeza) nem faz ideia de que funcionem assim.

1 – Tamanho é documento? Sexólogos, em geral, afirmam que o tamanho do pênis nada tem a ver com o desempenho sexual, de modo que homens de pênis grande ou nem tanto podem ficar tranquilos. Mas você sabia que os testículos também podem ter tamanhos diferentes? Pesquisas demonstram que os homens europeus possuem os testículos duas vezes maiores que os dos chineses.

2 – Os espermatozoides são extremamente rápidos, quando no corpo feminino. Em geral, no caminho entre a saída do pênis e a chegada às trompas, eles demoram apenas cinco minutos. Toda essa rapidez parece estranha quando comparada ao tempo que eles podem levar para fecundar um óvulo: até cinco dias.

3 – O orgasmo feminino continua sendo objeto de estudo. Nem todas as mulheres conseguem atingi-lo e a ciência tenta explicar os motivos. O que se sabe, até aqui, é que é preciso que a mulher passe por três fases para chegar a ele: desejo ou libido, excitação e, por fim, lubrificação da vagina.

4 – As mulheres enfrentam uma verdadeira maratona física durante o sexo. A vagina é lubrificada e expandida, enquanto o clitóris e os seios incham e o coração acelera, assim como a pressão arterial e a respiração. Além disso, os músculos das coxas, nádegas e mãos se tencionam.

5 – A excitação feminina pode ser muito curta – ou muito longa. Aparentemente ela se inicia de 10 a 30 segundos após o início da estimulação erótica. Daí por diante, pode ser que dure apenas alguns minutos ou mesmo horas inteiras.

6 – Enquanto o espermatozoide é a menor célula do corpo humano, o óvulo é considerado a maior delas. Ele mede, aproximadamente, 0.14 centímetros e, em alguns casos, pode mesmo ser visível a olho nu.

7 – Homens e mulheres são completamente diferentes quando o assunto é orgasmo. Os homens podem chegar a atingi-lo com apenas um intervalo de três a cinco minutos de estimulação. Já a mulher precisa de um período de cerca de 15 minutos para isso.

8 – É cientificamente comprovado que o sexo traz inúmeros benefícios para a saúde humana. Além de ajudar a aliviar o estresse, queima calorias e favorece a sensação de bem-estar. Estudos ainda demonstram que ele pode melhorar a qualidade do sono, devido aos hormônios e às inúmeras substâncias liberadas pelo cérebro durante a atividade sexual.

9 – Muitas mulheres têm gestações não planejadas mas, depois que um casal conversa e decide ter um bebê, em média conseguirá uma gravidez após cinco meses de tentativas.

10 – Quando estudamos os chamados seres vivos “assexuados”, nem imaginamos que essa característica pode se apresentar na espécie humana. Segundo pesquisas, aproximadamente 10% da população mundial não se sentem atraídos nem por homens e nem por mulheres.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 24/03/2015 Comentários

Por que as mulheres gemem durante o sexo?

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Respiração acelerada e gemidos são duas maneiras diferentes de demonstrar prazer durante a relação sexual. Cada pessoa tem um tipo de comportamento nesses momentos. Além disso, essas reações podem ser voluntárias ou involuntárias, dependendo do tipo de estímulo que se está tendo. Naturalmente, há homens que arfam ou gemem quando estão tendo uma relação, mas os gemidos, em especial, são marca registrada das mulheres.

A verdade é que as mulheres são mais “teatrais” na hora do sexo. Por isso tendem a dramatizar mais o que estão sentindo, expressando através de gemidos, palavras ou mesmo gritos todo o prazer obtido. Tudo isso enquanto os homens permanecem um tanto quanto estáveis. Essa é a natureza dos gêneros e a forma que ambos encontram de demonstrar que estão se divertindo.

O gemido serve para alguma coisa, que não seja apenas prazer?

Quando se pratica um esporte ou qualquer atividade que exija muita concentração, toda pessoa permanece extremamente focada no que está fazendo até o momento em que acaba a tarefa. É comum, em competições esportivas, ver atletas gritando ao final da prova, como se estivessem liberando toda a energia que, até aquele momento, estava sendo reprimida e direcionada para o esporte. Nas relações sexuais não é diferente.

É claro que ambos estão ali para curtir o momento e aproveitar a experiência, mas também há concentração para o sexo. Por esse motivo, os gemidos e sussurros seriam uma válvula de escape para os envolvidos na atividade, liberando a energia concentrada tal como os atletas fazem através dos gritos.

Por que, afinal, as mulheres fingem prazer?

É da natureza feminina tentar agradar ao parceiro, demonstrando o quanto ele está proporcionando prazer na cama. De acordo com um estudo realizado na Universidade de Lancashire, no Reino Unido, os gemidos e outros ruídos emitidos pelas mulheres fazem parte dessa encenação.

A pesquisa demonstrou que quatro, em cada cinco voluntárias entrevistadas, admitiam fingir um orgasmo usando gemidos durante suas relações, simplesmente porque gostariam que o sexo acabasse rapidamente. Este é um ponto importante para entender as relações homem-mulher.

Enquanto, para os homens, o sexo é uma parte fundamental do relacionamento, o que a estatística demonstra é que a maioria das mulheres não dá assim tanta importância à questão. É claro, no entanto, que trata-se de uma pesquisa pontual, o que não significa que a opinião das entrevistadas represente, de fato, a opinião das mulheres como um todo.

A estatística tornou-se ainda mais expressiva quando os pesquisadores perguntaram a elas os motivos que as levavam a fingir um prazer que, na realidade, não estavam experimentando. 92% das mulheres disseram que usavam os gemidos para agradar ao parceiro, fazendo-o crer que estava sendo o melhor dos amantes durante o sexo.

Se essa é uma estratégia válida ou não na hora H, a verdade é que a maioria dos homens continua na eterna dúvida sobre a veracidade do prazer demonstrado por suas parceiras e, embora alguns afirmem que também simulam um prazer excessivo para satisfazê-las, a arte de encenar na cama ainda é um campo mais feminino.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 23/03/2015 Comentários

10 coisas que os homens esquecem de fazer durante o sexo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

O sexo deve ser um ato de prazer para as duas partes envolvidas. Não seria justo que a mulher, por exemplo, se vestisse com uma lingerie nova e sexy, se o seu parceiro não se esforçasse nenhum pouco para agradá-la na hora H!

E não é que façam por mal, mas a verdade é que, algumas vezes, os homens deixam a desejar na cama, exatamente por terem pressa de satisfazer suas necessidades e se esquecerem de atender aos desejos da parceira.

A sexóloga Walkíria Fernandes destaca que, entre as queixas femininas mais frequentes em relação ao comportamento dos homens na hora do sexo, estão: a pressa para fazer a penetração, o fato de pedir à parceira para fazer sexo oral sem antes ter tomado banho, querer sexo numa frequência quase diária e a falta de preliminares. Não necessariamente nesta ordem.

A respeito do último item, ela acrescenta: “é através das preliminares que começamos a nos desligar do mundo externo e a nos entregar ao momento do sexo. O relaxamento e a entrega começam a ocorrer, dando início ao processo de excitação. Muitas vezes quando o desejo sexual não está muito intenso, ele pode aumentar na medida em que as preliminares vão ocorrendo. Em outras situações ele pode até não aumentar. No entanto, é com as preliminares que a mulher se prepara para a penetração, que não deve, portanto, acontecer logo no início da relação sexual”, explica Walkíria.

Além desses pontos de extrema importância, abaixo você confere outras 10 coisas que muitos homens se esquecem de fazer na hora do sexo:

1. Brincar com o clitóris. Ele está bem ali, nem para mais baixo, nem mais para o lado… É importante focar nele!

2. Tirar as meias. O homem é sexy quando está nu, e sem meias!

3. Lubrificar. As mulheres precisam se sentir muito molhadas para realizarem com sucesso (e prazer) o ato. Por isso é preciso menos pressa, e mãos à obra!

4. Falar. As mulheres ficam ainda mais excitadas quando usam sua imaginação na hora H. Portanto, um pouco de conversa sobre sacanagem, claro, terá um efeito ótimo!

5. Manter a língua molhada. É fundamental mantê-la molhada com saliva na hora do sexo oral.

6. Tomar cuidado com as mãos. Ao menos que a mulher deixe claro que adora quando seu parceiro aperta seus seios com força, o toque neles deve sem mais delicado, no mínimo, sem beliscões.

7. Beijar levemente. Às vezes, um leve toque é melhor do que um forte. E um beijo doce, com apenas os lábios, é mais agradável do que um beijo muito acelerado com o uso excessivo da língua.

8. Mordiscar. A maioria das mulheres adora uma mordidinha e uma chupada suave nos dedos das mãos ou nos pés.

9. Deixar as preocupações de lado. É preciso sorrir um pouco, demonstrar prazer e concentração (somente) naquilo que está fazendo.

10. Tomar cuidado com os dentes. Nada de mordidas exageradas, principalmente nos seios, que são totalmente sensíveis. Mas é claro que mãos e boca são bem-vindas e podem passar pelos mamilos com suavidade antes de descer.

Portanto, as dicas de hoje vão para eles! É fundamental se atentar às necessidades da parceira e fazer de tudo para que o sexo seja realmente prazeroso para ambas as partes.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 19/03/2015 Comentários

Falar durante o sexo estimula ou atrapalha?

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Não é segredo para ninguém que as mulheres, muitas vezes, são bastante “sonoras” durante o sexo. Gemidos, gritinhos, frases enaltecendo as habilidades do parceiro, apelidos, enfim. Para a mulherada, criatividade é o que não falta para não deixar o ambiente monótono e silencioso. Mas será que esse barulho todo realmente estimula a ambos ou, em alguns casos, ele chega mesmo a atrapalhar a qualidade da relação?

Gemidos

Os gemidos de prazer são marca registrada das mulheres na cama. Eles permitem que o parceiro saiba quando está agradando e quando não está.

Também são eles os responsáveis por boa parte do estímulo sonoro na hora da relação sexual. As mulheres, em geral, costumam gemer – algumas mais intensamente, outras com maior discrição.

Fernando, 27 anos, afirma que os gemidos podem ser bastante estimulantes, desde que haja moderação. “Não é bacana transar com uma mulher que não demonstra nenhum prazer, que não te dá um feedback, mas não é necessário gemer o tempo todo. Sinceridade, nessa hora, deve ser a palavra de ordem”, diz ele.

Gritos

A regra geral para os gritos é o contexto. Quando o casal está em um motel, por exemplo, o ambiente é mais propício a esse tipo de demonstração de prazer. Se vocês moram em um apartamento, convém pensar um pouco nos vizinhos e maneirar nos gritinhos.

Gritar ou não também depende do momento – quando a relação é mais intensa e “selvagem”, eles podem ser estimulantes mas, se vocês estiverem num clima bem romântico, o grito ficará fora de contexto e poderá atrapalhar. Fernando concorda: “se a mulher grita do nada, quando estamos naquela transa calma, o clima fica estranho, mas um grito de vez em quando, se o sexo está pedindo isso, é legal de se ouvir”.

Frases picantes

É importante lembrar que, na hora do sexo, o que deve falar primordialmente é o próprio corpo. Portanto, tudo que se venha a dizer nesse momento deve apenas acompanhar o que os corpos estão dizendo em silêncio. Uma ou outra frase picante podem ser encaixadas, sem problema algum, desde que você e seu parceiro se sintam à vontade com isso.

Em relacionamentos muito recentes, fica difícil usar essas frases, porque ainda não há muita intimidade entre o casal. Conforme o tempo passa e vocês vão pegando o jeito um do outro, as frases picantes podem ser muito bem-vindas e aparecerão de forma mais natural.

Não prolongue conversas

É natural que, após uma frase picante, venham outras mais. Tentem conter-se, ou vocês terão uma longa conversa, que acabará tirando o foco do sexo, em si. A moderação é fundamental para que esse momento tão especial não seja arruinado.

E no final da transa?

Tudo bem bater um papo, depois da relação sexual, mas essa não é uma obrigação. Há quem prefira ficar abraçado, trocar carinhos ou mesmo relaxar. A dica é descobrir como você e seu amor funcionam, nesses momentos.

Se perceberem que se sentem melhor falando sobre o que sentiram e o que gostaram, por exemplo, façam isso. Mas se, pelo contrário, vocês parecem pouco confortáveis com esse tipo de conversa, apenas curtam o momento juntos.

E você, acha que esses detalhes estimulam ou atrapalham? Deixe seu comentário.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 18/03/2015 Comentários

6 dicas para manter o sexo quente na menopausa

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

A menopausa nunca foi (e provavelmente nunca será) uma fase fácil para as mulheres. Trata-se do fim do ciclo de reprodução feminino, que costuma acontecer depois dos 50 anos. A mulher para de menstruar e deixa de ser fértil por conta de intensas mudanças hormonais, mas isso não significa que ela perde a capacidade de sentir prazer sexual. Pelo contrário.

“O corpo feminino é preparado para um funcionamento baseado na existência de determinadas substâncias. Quando a menopausa se inicia, existe uma modificação da produção de vários hormônios e isso leva a mulher a vivenciar emoções e sensações diferentes, que trazem a percepção de ser diferente do que sempre foi”, explica Oswaldo M. Rodrigues Jr., psicoterapeuta sexual e diretor do Instituto Paulista de Sexualidade.

Fisicamente, o que acontece nessa fase é a queda dos níveis de produção e circulação de estrogênio, um dos principais hormônios femininos. Essa redução é responsável pela maior parte dos sintomas típicos da menopausa: calor, instabilidade emocional, insônia e ansiedade, explica Maria Celeste Osorio Wender, professora de ginecologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Além disso, o androgênio (hormônio que, apesar de ser tipicamente masculino, também está presente nas mulheres) também diminui. O problema é que essa substância desempenha função importante no desejo sexual da mulher. Paralelamente, a queda do estrogênio causa ainda outra reação que prejudica muito a vida sexual feminina: a diminuição significativa da lubrificação vaginal.

A boa notícia é que existem ótimos tratamentos de reposição hormonal superindicados para combater essas mudanças físicas decorrentes da menopausa. Basta procurar um ginecologista e todas essas questões serão resolvidas. A partir daí, o grande desafio para que a mulher mantenha a qualidade de sua vida sexual passa a ser psicológico.

“Nesta fase, a mulher pode se ver menos sensual. Percebe alterações no corpo e, por deixar de menstruar, nota que está envelhecendo. Por outro lado, se ela interpreta essa fase de outra maneira, pode acontecer justamente o contrário: perceber o desejo sexual aumentando”, pondera Marlon Mattedi, psicólogo e especialista em sexualidade humana.

Além da segurança da maturidade, outro fator que pode contribuir com o aumento do desejo sexual feminino depois da menopausa é o fim da preocupação com uma possível gravidez. “Isso permite expor o desejo sexual sem os medos decorrentes de décadas evitando uma gravidez indesejada”, acrescenta Oswaldo

Assim, superados os obstáculos físicos para a falta de vontade de transar, as lobas têm mais é que aproveitar essa fase da vida para curtir experiências sexuais mais intensas e despreocupadas. Para isso, vale seguir algumas dicas para derrubar as travas psicológicas:

1. Renove seu relacionamento

Especialmente se a relação é muito longa, talvez seja uma boa hora para buscar novos ares, sugere Maria Celeste. “Mas isso não significa trocar de parceiro. Façam viagens e procurem atividades sociais que só envolvam o casal”, pondera.

2. Curta seu dia a dia

Vale trocar de perfume e sair às compras de roupas novas, inclusive lingeries. “Encontre prazeres, alegrias e vários motivos para curtir o dia que está passando”, sugere Marlon.

3. Cuide de você

Não tem nada melhor para autoestima do que seguir uma dieta equilibrada e fazer exercícios regularmente. Os resultados físicos são nítidos, sem contar os benefícios para a saúde. Cuide também da pele, dos cabelos e de todo o corpo com hidratantes indicados para a sua idade.

4. Visite um sex shop

Essa dica vale para fazer a dois ou sozinha mesmo. Existe uma infinidade de produtos direcionados para estimular o desejo da mulher na menopausa, sem contar os vários modelos de vibradores que podem ajudar (e muito) na sua redescoberta sexual. Pode ser um programa divertido para fazer com amigas que estejam nesta mesma fase.

5. Pense mais em sexo

Proponha-se a pensar sobre sexo mais vezes ao dia. Procure livros e filmes que sejam estimulantes. “Fantasiar sobre sexo é o pensar dirigido, usando memórias ou ideias que gostaria de colocar em prática”, explica Oswaldo.

6. Pratique sozinha

A importância de se tocar nesta fase da vida é tão grande quanto nas primeiras descobertas sexuais da juventude. Afinal, esse não deixa de ser um recomeço, um novo aprender sobre o seu corpo e o que lhe dá prazer.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 17/03/2015 Comentários

6 curiosidades sobre sexo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

O sexo, além de fonte incrível de prazer e maneira eficaz de manter a cumplicidade do casal em dia, pode ser um assunto extremamente interessante. A ciência, através de pesquisas e estudos realizados ao redor do mundo, vem comprovando diversos fatos curiosos a respeito do corpo humano durante as relações sexuais, e também do comportamento humano nesses momentos.

1 – Quanto duram os orgasmos?

Uma pesquisa liderada pelo sexólogo alemão Rolf Degen comprovou que o orgasmo masculino dura mais que o feminino. Segundo o estudo, o orgasmo dos homens dura, em média, 12,4 segundos, contra 1,7 segundo das mulheres.

Por outro lado, de acordo com o livro Scared Sh*tless: 1,003 Facts That Will Scare the Sh*t Out of You, a coisa funciona ao contrário: enquanto o orgasmo feminino, em média, 20 segundos, o masculino dura apenas uma média de 6 segundos. O orgasmo, aparentemente, continua sendo um mistério sob muitos aspectos, apesar dos esforços dos cientistas.

2 – A eficácia da camisinha

Não é novidade que a camisinha é fundamental para quem quer evitar uma gravidez e as doenças sexualmente transmissíveis, ou DSTs. Na prevenção da gestação, este recurso chega a atingir 97% de eficácia, quando utilizado da maneira correta. Ao mesmo tempo, ela garante 70% menos chances de contrair enfermidades como o HPV, de acordo com um estudo recente.

3 – Está quente aqui, né?

Não é mera impressão sem fundamento. Segundo o livro Why Do Women Crave More Sex in the Summer? (Por que as mulheres desejam mais sexo no verão?), os meses de calor do ano têm, de fato, influência sobre o desejo feminino. Isso aconteceria, dizem os pesquisadores, porque o homem libera um tipo de “cheiro” diferente quando está sexualmente atraído por uma mulher. O clima do verão e o ar úmido contribuem para que as mulheres se tornem ainda mais sensíveis a esse cheiro e, por isso, sintam mais desejo sexual.

4 – Pés quentes, mais orgasmos

De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade de Groningen, na Holanda, as mulheres têm 30% mais chances de alcançar o orgasmo quando estão com os pés aquecidos. Os pesquisadores afirmam que usar uma meia ou massagens com óleos antes da relação sexual são boas maneiras de ajudar a mulher a “chegar lá”.

5 – Contraceptivos podem prejudicar seu prazer sexual

Dependendo do tipo de medicamento que você usa como método contraceptivo, sua vida sexual poderá ser afetada. Um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, mostrou que mulheres que usam a pílula e o adesivo anticoncepcional, por exemplo, apresentam dificuldades de lubrificação, além de problemas para se sentirem excitadas. Elas também reportaram menos orgasmos e até mesmo relações sexuais menos frequentes.

6 – Qual a duração ideal de uma relação sexual?

Um grupo de terapeutas sexuais dos Estados Unidos divulgou um estudo que afirma que a duração adequada de uma relação sexual fica entre três e sete minutos. Cientificamente falando, a informação pode ser verdadeira mas, se considerarmos as preliminares, o sexo oral e mesmo a estimulação manual que precede o sexo em si, naturalmente o tempo de relação será bastante maior que isso.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 16/03/2015 Comentários

8 dicas do sexo tântrico para você ter prazer extremo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Talvez você já tenha ouvido falar do sexo tântrico, mas não conheça profundamente seu significado e nem imagine o quanto ele pode ser interessante para a sua relação!

A principal dúvida que surge em torno do assunto é: todos podem praticar o sexo tântrico? Como começar e por que investir nessa “viagem”?

Luara Tanuri, terapeuta tântrica e autora do blog Viva Tantra, explica que sexo tântrico é a relação sexual entre seres que possuem alguma consciência de sua existência como algo além do corpo. “Com o foco no polo indivíduo (da cintura para cima), é o sexo que é feito de corpo e alma literalmente. Todos podem praticar, desde que tenham corpo e alma”, diz.

De acordo com a terapeuta, investir nessa “viagem” vale a pena para quem não se contenta com o que nos foi vendido como sendo sexualidade humana. Para quem quer mais da relação íntima com o semelhante. “Ou ainda, para quem acredita que, através do contato sexual, é possível viver um êxtase que está além do simples prazer”, acrescenta.

Entendendo o que é e como é feito o sexo tântrico (passo-a-passo), é possível extrair dicas preciosas, que podem aperfeiçoar a relação entre você e seu parceiro! Confira:

1. Consciência da divindade oculta no parceiro

“No sexo tântrico, o objetivo é uma experiência espiritual através da união íntima com o semelhante. Para que isso aconteça, o ingrediente principal é a reverência à divindade oculta no homem (Shiva) e na mulher (Shakti) – símbolos tântricos”, explica Luara Taruni.

Neste sentido, você percebe que, além de um ser humano que você conhece, existe diante de você e disposto a se unir a você um representante da divindade do princípio universal masculino.

2. Sensualidade, erotismo

Após a consciência da divindade oculta no parceiro e as preliminares – que, no sexo tântrico, não se referem às carícias e ao repertório básico para que o casal fique suficientemente excitado para a penetração, mas, sim, à preparação para a prática sexual, feita individualmente – é possível começar. Com sensualidade e erotismo, conforme explica a terapeuta Luara.

“O olhar cheio de intenção, a sedução, o gesto, a promessa não verbalizada. Depois, a aproximação lenta, lenta e lenta. O casal pode tomar um banho junto, desde que seja bem demorado, com muita espuma, toque macio e carinhoso, sem pressa ou malícia. Tudo é uma brincadeira, deve ser divertido, portanto, risadas são sempre bem-vindas, assim como palavras doces e amorosas”, diz.

No sexo tântrico, a primeira e principal troca é da cintura para cima. “Olho no olho, troca de alento, troca de saliva, peito colado, respiração sincronizada. Até que aconteça a penetração é uma novela, mas depois que acontece o ideal é que as genitais permaneçam unidas por um longo tempo”, diz Luara.

3. O contato

Depois de muitas carícias no corpo (todo!), o casal começa um jogo para a penetração. “Primeiro, só a glande (a parte sensível, situada na extremidade do pênis) entra na vagina e fica alguns segundos ali, sem movimentos. Depois, retira-se o pênis para apoiá-lo no prepúcio do clitóris. A ação vai se repetindo e a penetração é um pouco mais profunda a cada oportunidade. Sempre lentamente na entrada e na saída, para depois apoiar no corpo do clitóris e lá permanecer por algum tempo”, explica Luara.

“Mesmo com o contato genital, o foco continua no polo indivíduo o tempo todo, respiração, olhar, alento, saliva e coração”, acrescenta a terapeuta tântrica.

4. A penetração

Depois de um tempo no “jogo” citado acima, o casal atinge uma penetração profunda. “Nesse momento, os corpos devem estar relaxados e sem movimento algum. É permitida uma linguagem secreta entre o casal, ou seja, contrações do perínio que fazem o pênis se mover para cima e para baixo e contrações da musculatura vaginal que apertam e sugam o pênis. Mas por um tempo, o ideal é que não existam movimentos pélvicos. Além da linguagem secreta, qualquer movimento deve ser involuntário apenas”, explica a terapeuta Luara.

5. Movimentação

Quando o casal sente que existe um relaxamento e tranquilidade, a Shakti inicia um movimento com os quadris, que deve ser desposado pelo Shiva. “Quem dá o tom e o ritmo é sempre a Shakti (princípio feminino). Os movimentos pélvicos são circulares e sem perder o contato, a penetração é profunda, os corpos não se descolam, as púbis permanecem unidas. Deve-se evitar amplitude de movimentos para penetração, na maior parte do tempo a movimentação é circular e não de vai e vem”, explica Luara.

Nunca é demais lembrar: olhar, beijo, respiração sincronizada, sorriso, cumplicidade continuam sendo o principal.

6. Variação de posturas

Depois que a união está estabelecida, já é possível optar pela variação de posturas, mas o ideal é que o casal tenha contato visual. “Mesmo quando o Shiva está no comando dos movimentos, deve estar sempre atento para os sinais da Shakti e nunca impor seu ritmo. A magia e a sensualidade são femininas, se um dos parceiros se deixa levar pelo impulso agressivo do princípio masculino, a experiência deixa de ser amorosa, deixa de ser tântrica. Sexo tântrico só é possível a partir do princípio feminino”, explica a terapeuta Luara.

7. Pausas

Um fator importantíssimo dentro da prática sexual tântrica são as pausas. Permanecendo na união, o casal cessa a movimentação e descansa. “Ainda com os corpos colados e genitais unidas, percebendo a respiração e se acalmando para recomeçar os movimentos depois de alguns minutos”, explica a terapeuta. “O orgasmo não é um objetivo, mas a observação de si mesmo na experiência orgástica, sensual, erótica e amorosa. Todas as sensações são experimentadas a partir da consciência. O objetivo é a união máxima com o outro e, assim, a união com o todo”, acrescenta Luara.

8. A duração da relação

No sexo tântrico, o ideal é que não aconteça a ejaculação. Mas isso não é uma regra, desde que a relação dure pelo menos duas horas. “O sexo tântrico pode durar muitas horas, até um dia inteiro”, diz a terapeuta.

Ela acrescenta ainda que a energia do amor é tão poderosa que, mesmo depois de alguns dias, os praticantes permanecem “brilhando”. “Ficam cheios de energia criativa, bem humorados, a pele fica mais bonita. É o êxtase que permanece reverberando por alguns dias depois da experiência”, acrescenta Luara.

Então, fica a opção para os casais que encaram (ou pretendem encarar a partir de agora) a sexualidade como algo realmente importante e sagrado. O sexo tântrico pode acrescentar muito à relação!

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 13/03/2015 Comentários

5 frases que as mulheres odeiam ouvir depois do sexo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

O sexo é o momento mais vulnerável do ser humano, do ponto de vista físico e mesmo emocional. Estar sem roupas, frente a frente com outra pessoa, pode parecer uma atitude simples, mas não é. Por maiores que sejam as conexões entre o casal, na hora H quase todo mundo já passou por uma situação embaraçosa.

Ruídos, quedas e a depilação atrasada, por exemplo, podem ser bastante constrangedores, mas não incomodam tanto quanto as frases inconvenientes do final da relação. O site argentino Entre Mujeres realizou uma pesquisa com suas leitoras, pedindo que votassem nas frases pós-sexo mais odiadas. Se você é mulher, é muito possível que já tenha ouvido alguma das frases a seguir.

1 – “Tenho que ir”

Tudo bem, pode ser apenas sexo. Chegamos a um ponto da evolução no qual somos capazes de entender que algumas relações foram feitas para uma única noite. Mas, por educação, convém dar um tempo – e uma disfarçada básica – antes de se atirar porta afora. Foi o que afirmaram 41% das leitoras, e faturou o primeiro lugar das frases mais odiadas pelas mulheres, com quase o dobro de votos do segundo colocado.

2 – “Cadê o controle remoto?”

Muito comum, principalmente entre casais que são casados ou vivem juntos. Acontece que, para a mulher, a relação sexual é um momento especial, que “não acaba quando termina”. A parcela feminina da população gosta de carinho, de conversa e de intimidade mesmo após o término do sexo, em si. Quando o parceiro pergunta pelo controle remoto, mal a transa acaba, tendemos a nos sentir usadas por eles, uma diversão tão banal quanto a própria televisão. A frase foi citada por 19% das leitoras que responderam à enquete.

3 – “Não quero conversar agora”

Ora, por favor. Acabamos de passar por momentos de profunda conexão física e agora, simplesmente, eles não querem falar? Essa indiferença incomoda profundamente a alma feminina que, muitas vezes, só quer trocar algumas frases antes de virar para o outro lado e dormir, por exemplo. A frase foi mencionada por 16% das entrevistadas. Homens, nós entendemos que o organismo masculino praticamente os “desliga” após o sexo, mas não custa fazer um esforço para nos agradar um pouco.

4 – “Não quero compromisso”

Tudo bem, mas isso não é hora de mencionar a objeção. Pode até ser que a própria mulher também não queira se envolver em uma relação mais formal, mas há outros momentos nos quais esse tema pode ser debatido. Depois do sexo, definitivamente, não é a hora certa, pelo menos para 12% das participantes da enquete.

5 – “Posso ficar?”

O extremo oposto do cara que não quer nada com você – e quase tão irritante quanto ele – é o cara que gruda em você como se não houvesse amanhã. Ele vai pedir para ficar e, em pouco tempo, você estará oficialmente se relacionando com ele. 10% das entrevistadas afirmaram que detestam ouvir essa frase ao final da transa. É claro que ainda se trata da minoria, mas isso mostra que os valores femininos estão mudando. Cada vez mais, a mulher tende a se comportar como os homens costumavam fazer: “eu sou de todo mundo e todo mundo é meu também”, exatamente como na canção.

E você? Quais frases detesta ouvir depois do sexo?

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 12/03/2015 Comentários

Qual o melhor horário para o sexo?

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Para você, sexo é bom a qualquer hora ou há um período do dia mais propício para ele? De acordo com uma pesquisa feita pelo site da revista Cosmopolitan, a maioria das pessoas tem preferências quanto ao horário de manter relações sexuais. E mais: existem diferenças no horário preferido por homens e mulheres. Se você parar para analisar suas preferências, é muito provável que note que o sexo te parece mais prazeroso em determinado momento ou situação do dia.

Sexo pela manhã

Logo após acordar, antes de encarar todo um dia de atividades intensas, você pode destinar alguns minutos às descobertas com seu parceiro. Esse horário é apropriado para quem não costuma acordar com o melhor dos humores, porque ajuda a melhorar a forma como você encara o dia. Acontece que a prática sexual libera uma série de hormônios no corpo, que atuam diretamente no humor e podem até mesmo melhorar a qualidade do relacionamento do casal. Além disso, porque funciona como uma espécie de exercício físico, o sexo pode ser uma boa maneira de começar o dia colocando o corpo para trabalhar.

Os leitores da Cosmopolitan que responderam à enquete foram ainda mais específicos: para a grande maioria, o horário perfeito para se entregar às delícias do sexo é em um sábado pela manhã. Talvez porque o peso das obrigações da semana dê uma aliviada nesses momentos, de modo que o encontro se torna mais completo.

Sexo rápido

A ideia de fazer uma pausa nas atividades do dia para uma bela sessão de sexo pode parecer tentadora para muitas pessoas. É claro que, com a rotina acelerada – principalmente nas grandes cidades, essa escapulida das obrigações se torna cada vez mais difícil, mas não custa fazer um pouquinho de esforço para, de vez em quando, conciliar seus horários com os do seu parceiro – o motivo é mais do que justo e ficou em quarto lugar na pesquisa.

Sexo à noite

23% dos entrevistados pela revista Cosmopolitan elegeram o horário antes de dormir como o melhor para se fazer sexo. Após um dia inteiro de trabalho e preocupações com diversas atividades e situações, você chega em casa, janta algo especial, toma um banho revigorante e, por fim, vai se deitar. Esse é o momento ideal, segundo essas pessoas, para namorar um pouco. O sexo, como dito, é um ótimo canal para aliviar tensões e provocar prazer – e não apenas prazer físico, mas também aquela sensação emocional de que tudo está muito bem como está. Por isso, praticá-lo minutos antes de ir dormir pode ajudar a ter uma noite de sono mais tranquila e proveitosa para o descanso. Essa opção ficou em segundo lugar na preferência dos internautas.

Chove lá fora

Terceiro colocado na pesquisa da Cosmopolitan, cujos leitores apreciam o sexo durante uma tempestade. Se você considera a preferência estranha, por que não experimenta? Enquanto a chuva cai lá fora, você aproveita para apreciar bons minutos com o seu parceiro. Se, no final, você não achar nada demais em fazer sexo durante uma tempestade, ainda assim seu tempo não terá sido perdido, não é mesmo?

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 11/03/2015 Comentários

5 maneiras de surpreender seu namorado durante o sexo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Quando se está em um relacionamento, pode ser difícil não deixar que as coisas caiam na rotina. Isso acontece porque, com o tempo, a convivência torna-se mais próxima e a intimidade aumenta – o que deveria ser positivo, mas nem sempre é. Essa relação mais intensa também pode trazer consigo um desgaste na maneira como o casal se relaciona e até mesmo no sentimento que um nutre pelo outro.

Para não deixar que seu namoro vire rotina e pareça algo banal para você ou para seu amado, o sexo é uma arma poderosa. É entre quatro paredes que vocês estão mais expostos um ao outro e surpresas, na cama, significam manter seus corações acelerados quando pensarem um no outro.

1 – Strip-tease

Explorar a sensualidade por meio de um strip-tease é uma boa forma de surpreender o gato, mas é preciso se assegurar de que você sabe o que está fazendo. Não arrisque esse tipo de atitude, por exemplo, se você se sentir muito envergonhada, porque então a situação não será natural e, consequentemente, não terá o efeito desejado. Você deve estar à vontade com o que está fazendo e demonstrar isso para seu parceiro. Poucas coisas são mais quentes que uma mulher que tem consciência do quanto é quente.

2 – Brinquedinhos

Os sex shops possuem uma ampla variedade de produtos que podem ser aproveitados a dois. Se você acha que usar um vibrador seria ofensivo ou não se sente bem com isso, tente algo mais sutil, como óleos de massagem e lubrificantes. Algemas de pelúcia, objetos que auxiliam em massagens especiais e algumas fantasias simples também são boas pedidas e não costumam causar reações negativas. Para as mais ousadas anéis penianos e vibradores de todos os tipos são o ideal. Cuidado apenas para não assustar seu amado.

3 – Sexo no meio do dia

Durante a semana é difícil encontrar seu namorado? O trabalho, o estresse e as preocupações do dia a dia atrapalham a vida a dois e prejudicam o relacionamento. Cabe a você driblar esses obstáculos. Procure descobrir um dia para o qual seu namorado não tem muitas coisas programadas no trabalho. Então, organize-se para também ficar “livre” por um período durante o dia – se isso for muito difícil, a hora do almoço pode ser um bom momento. Por fim, sequestre-o do trabalho por algum tempo, para aliviar as tensões com uma bela sessão de amor.

4 – Use o que você tem às mãos

Não só os produtos de um sex shop são excitantes. Muitas coisas que você tem em casa podem ser úteis para surpreender seu parceiro. Gelo, chantilly, calda de chocolate e até algumas bebidas são muito bons para esse tipo de brincadeira. A ideia é experimentar novas sensações. Deixe sua imaginação rolar.

5 – Hora do sim

Sabe aquela posição ou fantasia que seu namorado sempre quis provar e você nunca deu espaço? Se – e apenas se – você se sentir à vontade com a ideia, sugira que vocês finalmente experimentem o que ele deseja. Além de surpreso, ele sem dúvidas vai se sentir muito estimulado a participar da brincadeira.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 09/03/2015 Comentários

4 sinais de que vocês estão juntos só pelo sexo

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Desde o casamento e o namoro tradicionais, passando pelas relações enroladas de quem não assume um compromisso e até a ficada de uma noite e nunca mais há um amplo leque de possibilidades para os relacionamentos. O mundo moderno permite que homens e mulheres se relacionem das maneiras mais diversas, sem a necessidade de oficializar compromissos perante a sociedade mas, se você não quer sair magoada de um desses relacionamentos, é importante decidir exatamente o que está procurando para si mesma.

O que se conhece por “amizade colorida” pode parecer muito tentador à primeira vista, mas requer uma boa dose de paciência e desprendimento. Se você desconfia que está em uma relação assim, dê uma olhada nos quesitos abaixo. Todos eles são indícios de que o seu “romance” está, na verdade, baseado apenas no sexo. Se você preencher mais de um, fique atenta: pode ser que o cara esteja se relacionando com você só por esse motivo.

1 – Ligações, mensagens e e-mails

Quando se está em um relacionamento “aberto”, no qual cada um dos envolvidos tem a liberdade de conhecer e mesmo se relacionar com outras pessoas, não se dá muita atenção às mensagens de texto, ligações, e-mails ou mesmo recados no Facebook.

Por isso, observe sua comunicação com o gato: se vocês só entram em contato para marcar sessões de sexo ou encontros que, obviamente, acabarão na cama, é provável que essa seja uma amizade colorida.

2 – Amigos e família

Se seus amigos não conhecem o rapaz e você não tem a menor intenção de quem conheçam, pode ser que esteja envolvida com alguém que não seria sua primeira opção na hora de assumir um relacionamento. Se, ao contrário, é você que não conhece os amigos dele, sirenes ligadas – é possível que você não seja a pessoa com quem ele gostaria de assumir um compromisso. A família é outro fator importante. Se vocês já saem há um tempão e ele não se mostra interessado em apresentá-la a eles, talvez seja o momento de reavaliar a relação.

3 – Sua vontade e a vontade dele

Algumas vezes, uma conversa franca pode resolver o problema. Se você tem medo de assustá-lo, tente uma aproximação menos direta. Dê a entender que você está pensando em assumir um compromisso com ele – e preste atenção à reação do rapaz. Se a ideia fizer com que ele vomite, tenha coceira ou gagueje, sinal vermelho. Por outro lado, pode ser que você não esteja interessada em assumi-lo. Pense profundamente sobre o tema e, se achar que deve, coloque um ponto final no namorico.

4 – Conversas e pegadas

Fique atenta à maneira como vocês se relacionam. Há casais que têm uma química incrível na cama, mas não conseguem manter uma conversa de cinco minutos – sobre qualquer assunto – quando estão vestidos. Tente responder a algumas questões básicas sobre o cara em questão: saber que tipo de música ele prefere, qual a cor favorita, os filmes que mais gostou de assistir, os que odiou, histórias sobre a infância e adolescência dele, enfim, tudo que possa ter sido mencionado em conversas. Se, de repente, você se der conta de que não sabe muita coisa sobre a vida dele, pode ser sinal de que vocês só se entendem com perfeição quando não estão falando.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Data de publicação: 06/03/2015 Comentários

6 dicas de sexo para casais que tem filhos

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

A rotina do casamento e da vida com filhos é muito diferente da vida de um casal solteiro e sem essas responsabilidades. Quando ainda não se mora junto, e mais ainda, quando o casal ainda não tem filhos, a dinâmica de vida é bem diferente.

Se antes vocês tinham todo o tempo do mundo para se curtir, viajar, namorar e até ter aquelas briguinhas de namorado, agora com os filhos, os problemas, as expectativas, o dinheiro e o dia a dia serão todos compartilhados, o que inevitavelmente cria situações de mal estar e pode saturar a convivência, diminuindo o impulso sexual.

Com a chegada dos filhos, o tempo livre diminui radicalmente, ao mesmo tempo em que as responsabilidades aumentam sensivelmente. Após um dia de rotina e trabalho somado às demandas dos filhos, é comum que tanto a mulher quanto o homem cheguem ao final do dia, quando estarão finamente juntos, exaustos. E nesses casos, fica difícil exigir de um ou de outro uma grande vontade e empolgação para o sexo.

Achou que ficou muito difícil? Calma que tem jeito. Com um pouco de organização e boa vontade de manter seu relacionamento feliz e sexualmente ativo, dá para driblar os problemas seguindo algumas dicas simples, mas que podem dar ótimos resultados. Confira algumas e inspire-se para deixar a sexualidade da sua relação sempre em forma:

1. Aproveite todos os momentos possíveis

Numa vida atribulada de casamento, filhos, responsabilidades e tantos probleminhas, usufruir dos momentos possíveis para o sexo é fundamental. Não dá para esperar sempre a hora perfeita, com tempo e tranquilidade, porque essa oportunidade pode demorar dias para chegar. Apostar nas rapidinhas é uma boa ideia, utilizando os momentos em que estão juntos, no banho ou ao acordar. Procure desfrutar bem dessas oportunidades para manter o interesse sexual entre vocês sempre ativo.

2. Nada de desleixo

Todo mundo tem aquela roupa surrada que gosta de usar em casa. A intimidade traz consigo um relaxamento quanto à aparência física, o que é corriqueiro. Também não é possível exigir de nenhum dos dois que estejam sempre bonitos e perfumados quando quase todos os momentos são compartilhados.

Mas essa negligência comum pode influenciar negativamente na atração do casal, que se ama e quer viver junto, mas que não perdeu seu senso estético. Tente evitar que esse descuido seja permanente e que ultrapasse certos níveis fundamentais. Tomando esse cuidado, você não só se sentirá mais atraente para ele, como para si própria.

3. Ir para a cama juntos

Às vezes o dia é tão cheio que o único momento em que o casal pode ficar a sós é na hora de dormir. Uma iniciativa que pode ter um resultado duradouro e eficaz é incluir na rotina que vocês sempre se deitem juntos. Assim vocês demonstram um para o outro como valorizam esses momentos, reforçam seus laços amorosos e podem aproveitar para finalmente trocarem carinhos. Não deixe que vocês se deitem sempre em horários diferentes, isso pode virar um costume e causar um afastamento cada vez maior.

4. Conversem sobre sexo

Em qualquer tipo de relacionamento amoroso, verbalizar sobre sexo é essencial e no casamento com filhos não deve ser diferente. Deixar as questões às claras, as expectativas, os desejos e as dúvidas, continua sendo a melhor opção para manter a intimidade mais fácil e agradável.

Após a chegada dos filhos, muitas dúvidas e receios podem surgir na vida sexual de um casal. A falta de comunicação entre o homem e a mulher dá origem a especulações, decepções, ciúmes e conclusões precipitadas. Se há alguma coisa que te incomoda na em relação ao sexo, respire fundo e converse com ele. Assim a resolução de um problema será muito mais fácil e essa atitude simples poderá encerrar um problema que talvez nem era tão grave quando parecia.

5. Bilhetinhos apaixonados

Uma solução simples, e que pode até parecer boba, mas que funciona e muito bem. Coloque recados apaixonados pela casa, dentro do carro ou no espelho do banheiro. Sempre é uma surpresa deliciosa e faz com que a pessoa se sinta lembrada. Para o efeito ficar ainda mais emocionante, escreva bilhetes sensuais e esconda no bolso da calça que ele estiver usando ou na carteira.

6. Saiam juntos

Não é porque agora vocês são uma família que precisam deixar de fazer o que sempre gostaram. Se antes dos filhos vocês tinham o costume de saírem juntos para comer, dançar ou passear, mesmo que as chances sejam raras, não deixem de aproveitar.

Dessa forma, ninguém vai se esquecer do quanto que o outro é divertido e atraente, do jeito que vocês se conheceram. Nada de encerrar a vida social dentro de casa. Vale a pena pedir ajuda a um parente ou amiga para ficar com as crianças, para que vocês possam aproveitar para passear a sós. Se houver a possibilidade, passar a noite no motel é uma dica quente e tem o poder de reavivar muito da paixão.

Visite o site:

Malagueta Sex Shop Bem-vindo a Malagueta & Glamour Sexshop

Venha nos conhecer:

R:Cônego Thomaz Fontes N° 244 (Rua do Shopping de Itajaí)







Site auditado pelo IVC

Política de privacidade | Termos de uso | Central do assinante | Dúvidas frequentes | Anuncie | Mapa do site | Expediente | Fale conosco

  Curta o DIARINHO no Facebook DIARINHO 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por

www.diarinho.com.br