DIARINHO Online

Pular para o conteúdo

21h28 - Sábado, 25 de Outubro de 2014.

Acesso do Assinante

Esqueceu a senha? Clique aqui.

Zélio Prado

Blogs > Zélio Prado > Blog do Zélio Prado

Data de publicação: 17/07/2013 Comentários

FOI EMBORA

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

FOI EMBORA

Finalmente depois de uma reunião entre o vice-presidente e diretor administrativo do Marcilio Dias, Benício Luiz Medeiros e o coordendaor técnico Agenor Piccinini, ficou acertado o desligamento do Agenor do Departamento de Futebol do clube. O desligamento foi feito em comum acordo, o pagamento efetuado e ontem mesmo ele viajou para Toledo cidade onde reside. Conversei com ele antes da viagem e se mostrou decepcionado com alguns dirigentes do Marcilio Dias, entre ele o Nildo Cassaniga e o ex-diretor de futebol Agnaldo dos Santos, sendo que isentou o presidente Marlon Bendini e o vice Benício Luiz Medeiros, de qualquer responsabilidade sobre a sua saída do clube. Falou que já queria ir embora quando a LA Sports chegou e não quiz aproveitá-lo,  só não saiu porque estes dirigentes não deixaram, alegando que ele seria aproveitado num projeto de longo prazo para recuperação do Marcilio Dias. Ciente das dificuldades, principalmente financeiras e vendo que no momento seria impossivel realizar qualquer projeto no clube, resolveu ir embora, coisa aliás, que já deveria ter feito quando a LA Sports chegou a Itajaí. Na (foto) Agenor Piccinini, que vio como técnico, chegou a ser coordenador técnico e que ontem foi dispensado.







Data de publicação: 15/07/2013 Comentários

ANTECIPAÇÃO

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

O jogo Porto e Marcilio Dias válido pela terceira rodada do Campeonato Catarinense da Divisão Especial, que estava marcado para o dia 25 quinta feira, foi antecipado para o dia 23/07/2013, as 20h30min, no estádio Antiocho Pereira, em União da Vitória. A antecipação foi uma solicitação do Marcilio Dias.







Data de publicação: 09/07/2013 Comentários

FORA DA CASINHA

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

FORA DA CASINHA

É o que se pode dizer da declaração de presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfim Pádua Filho, que em entrevista ao repórter Marcelo Nunes da Ric/Record,  ataca de forma grosseira o diretor social do Marcilio Dias, Jânio Flavio de Oliveira. Disse o Delfim que o Jânio não é um bom diretor de marketing e sim um bom vencedor de macarrão. Uma verdadeira falta de respeito com um colaborador e que até coloca seu dinheiro no clube, e tem mais, é mal informado, pois o Jânio não diretor de marketing e sim social. Quanto ao que ele fala sobre o maior patrocínio hoje do futebol catarinense a Chevrolet, ele se esqueceu de dizer que a publicidade é da Federação e não dos clubes, portanto usou o melhor lugar do estádio para colocar uma placa que nada rende aos clubes e enche os cofres da Federação.

E TEM MAIS...
...enquanto que os clubes do Paraná, Coritiba e Atlético, recebem R$ 5milhôes cada da televisão no Campeonato Paranaense, aqui todo o nosso campeonato é vendido pra RBS pela ninharia de R$ 4 milhões, e mesmo assim a Federação ainda fica com 10%, ou seja, abocanha R$ 400 mil. Isto é que é ajudar os clubes. Na (foto), Delfim Pádua Peixoto Filho, presidente da FCF, que agora resolveu criticar dirigentes de clubes, não ajuda e ainda atrapalha.
 







Data de publicação: 04/07/2013 Comentários

INDEFERIDO

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

INDEFERIDO

Conversei agora a pouco com o Diretor Jurídico da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Dr.Rodrigo Capella, e segundo ele, o pedido de paralização do Campeoanto Catarinense da Divisão Especial solicitado pelo Concórdia foi indeverido pelo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), da Federação Catarinense de Futebol (FCF). Outra novidade pra mim é que conforme o Dr.Rodrigo Capella, mesmo que Concórdia e Hercílio Luz percam muitos pontos, mas se qualquer deles for campeão do returno escapa do rebaixamento, pois de acordo com o artigo 14, inciso 2, do regulamento, os participantes do quadrangular final serão consideraddos os quatro primeiroscolocados da competição. Na (foto) Dr.Rodrigo Capella, Diretor Jurídico da FCF. 







Data de publicação: 04/07/2013 Comentários

COLUNA ZELIO DIA 04/07/2013

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

O que é isto?
Tamanho da letra

Não dá pra acreditar em ninguém. Depois de toda a lambança que vem acontecendo neste campeonato da Divisão Especial, agora quem se enrolou todo foi o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), da federação Catarinense de Futebol (FCF). Parece até que o pessoal que comanda o Tribunal esqueceu uma coisa básica numa ação: os prazos a serem cumpridos. Eles receberam a denúncia contra Brusque, Concórdia e Hercílio Luz e, de imediato, marcaram o julgamento para três dias depois.

Isto é...
...esqueceram uma coisa básica na esfera jurídica: o prazo para que os réus sejam citados e organizem sua defesa. Agora marcaram os julgamentos para o dia 9 de julho, na próxima terça-feira. O rolo é tanto que até os advogados se enrolam. Só espero que estes julgamentos ocorram dentro da normalidade. Até porque já se sabe de antemão o que deve acontecer, ou seja, a perda de pontos dos infratores. A lei foi feita pra ser cumprida, doa a quem doer.

Arbitragem
Este ano elogiei muito a arbitragem dentro do campeonato Catarinense da Primeira Divisão, mas não posso dizer o mesmo do que estou acompanhando - principalmente nos jogos do Marcílio Dias - na Divisão Especial. São verdadeiros absurdos. E o pior é que na maioria das vezes se sente que não é de propósito, mas por pura falta de conhecimento da regra. Cito o jogo do último domingo entre Canoinhas e Marcílio, onde o árbitro Jonas Estevão da Silva meteu os pés pelas mãos, juntamente com seus assistentes. Fizeram tudo errado, anularam gols lícitos, dois do Marcílio Dias. Validaram um gol ilegal, também do Marinheiro. Se o observador da arbitragem da federação estava presente, certamente colocará o trio na geladeira.

Culpa de quem?
É o que eu gostaria de saber com respeito às acomodações da imprensa que cobrem os jogos da Divisão Especial. Acontece de tudo, desde cabines sem a mínima condição de acomodar no mínimo duas pessoas, até locais muitos sujos. Cito um aqui bem de perto, o Brusque, onde se você não levar panos para limpar as cabines você sai imundo. Não há a mínima condição de higiene. Gostaria de saber de quem é a culpa: da federação, da comissão de vistorias ou da associação dos Cronistas Esportivos de Santa Catarina. Não queremos mordomia não, queremos apenas trabalhar num local decente e limpo. Local que ofereça condição pra realizamos um bom trabalho.

Definido
Uma reunião que aconteceu na terça-feira definiu o nome de quem vai ser o treinador do clube. Demonstrando que quem manda no clube é o presidente, Marlon Bendini foi contra grande parte da diretoria – que queria a volta de Agenor Piccinin – e efetivou Paulo Foiani.

Sendo assim...
...o correto seria indenizar o Agenor Piccinin e dispensá-lo. Um técnico com a bagagem do Agenor jamais poderia ser colocado no cargo de coordenador técnico. Esta é mais uma das coisas que só acontecem no Marcílio Dias. Um interino que está começando e dirigiu time em apenas três jogos leva a melhor contra um técnico vitorioso, bi-campeão pela Chapecoense. Tomara que dê certo, pois torcemos para que o Marcílio Dias retorne à Primeira Divisão. E como sempre acontece no Marinheiro, o poste mijou no cachorro. Deu pra sentir que o Paulo Foiani é uma aposta pessoal do presidente Marlon Bendini.

Saiu
A saída do diretor de futebol Agnaldo dos Santos, homem de confiança do presidente, é uma baixa considerável no comando do Marcílio Dias. Conversei com o Agnaldo e ele disse que a sua saída é apenas do cargo, pois vai continuar colaborando com a administração do clube. Ele só saiu oficialmente do dia a dia do Marinheiro para resolver problemas particulares. E se sabe também que pelo mesmo motivo ele recusou assumir o cargo de secretário de Turismo de Itajaí.

Uma coisa é certa...
... Agnaldo dos Santos precisa continuar apoiando o clube. Agora tudo vai ficar a cargo do presidente Marlon Bendini, do vice-presidente e diretor administrativo Benício José Medeiros e do diretor social Jânio Flavio de Oliveira.

Pergunta...
...que não quer calar. Será que se o Paulo Foiani perder alguns jogos, o Agenor Piccinin vai ser efetivado como técnico? Acho que vai, mas se fosse eu não aceitaria.
 







Data de publicação: 03/07/2013 Comentários

PUBLICO NOS JOGOS

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

A média de publico nos jogos do Campeonato Catarinense de Divisão Especial é como sempre insignificante. Peguei os dados dos três clubes que mais arrecadaram e o resultado é de chorar, e demonstra o desinteresse do torcedor com respeito a essa competição desinteressante, com a maioria dos clubes falidos e que os rolos que aconteceram no Primeiro Turno, com esta lambança de perda de pontos de clubes possa ainda cair ainda mais esta média de publico ridiculos. Os que mais arrecadaram foram: 1º Brusque que jogou 5 vezes em casa e teve um publico total de 1.861 em seus jogos, em 2º Marcilio Dias com um publico de 1.751 em quatro jogos e em 3º o Heercílio Luz com teve um publico de 1.294 em cinco jogos disputados em casa. A média dos jogos foram as seguintes: o Brusque teve uma média de 372 em seus jogos, o Marcilio Dias teve a média de 437 em seus jogos e o Heercílio Luz teve 258 torcedor por jogo. Apesar de não ter jogado um bom Primeiro Turno, o Marcilio Dias teve a maior média de púlbico nos eus jogos disputados no estádio Hercílio Luz.

 

 

 

.







Data de publicação: 02/07/2013 Comentários

SÓ EMPATOU

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

E incrível, mas o Marcilio Dias, jogando um péssimo primeiro tempo, deu uma melhoradinha no segundo e só empatou com o fraquíssimo Canoinhas em 2 a 2, com a agravante de chegar a estar perdendo por 2 a 0. Foi uma das piores partidas do time no Campeonato, e os deixa preocupado quanto a participação no returno, pois o futebol apresentado pelo time tem muito instável. Melhor é que o Brusque foi incompetente sendo derrotado em casa pelo pangaré do Caçador, e perdeu a grande oportunidade de confirmes o título mesmo que perca os seis pontos no julgamento que acontece amanhã no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), da Federação Catarinense de Futebol (FCF).

SEM DUVIDA...
...o mico da rodada foi o tal de Brusque de precisando de uma simples vitória e jogando em casa diante do fraco time do Caçador, perdeu de 2 a 1 e agora vai ter que brigar no Tribunal da Federação para não perder os seis pontos, que darão o titulo Primeiro Turno ao Marcilio Dias.

SEMANA QUENTE
Onde o futebol sai de campo e entra o Tribunal de Justiça e quem vai ser escalado são os auditores do Tribunal e os advogados. Mas pelo que está se observando dificilmente Concórdia, Brusque e Hercílio Luz, deixaram de perder pontos. O mais prejudicado com toda esta lambança vai ser o Concórdia, que conforme o Dr.Wanderley Godoy, auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), deverá perder 21 pontos, é ai dificilmente vai escapar do rebaixamento.

AINDA VAI LONGE...
...este episódio do julgamento de Brusque, Concórdia e Hercílio Luz, pois quem vier a perder com certeza vai recorrer, e a coisa pode ou deverá chegar até o Superior Tribunal de Justiça (STJD), da Confederação Brasileira de Futebol (STJD). Portanto, isto ainda vai dar muito pano pra manga, e muita discussão.

OUTRA COISA...
...caso os clubes sejam punidos, e é o que deve acontecer, pois se colocaram pra jogar atleta sem condições de jogo, tem mesmo é que perder os pontos. O que eu gostaria de saber é qual a atitude que vai ser tomada pelo presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfim Pádua Peixoto Filho, quanto ao Departamento Técnico da Entidade que não teve a capacidade de detectar a as irregularidades. Pelo que sabe quem descobriu foi as irregularidades foi o Marcilio Dias.

O QUE É ISTO?
Uma Federação que tem um Departamento Técnico, um diretor técnico competente que é o Fábio Nogueira, e que dá uma mancada destas merece que providencias sejam tomadas. Está muito mal assessorado o Fábio Nogueira, o mínimo que tem que ser feito é dar uma vassourada e mandar toda essa cambada de assessores embora. E com certeza isto vai ser feito, pois o presidente da Federação, Delfim Pádua Peixoto Filho, não vai perdoar este pessoal que bagunçou o seu campeonato.

SENDO ASSIM...
...se houver a necessidade dos departamentos administrativos dos clubes terem que descobrir os erros que acontecem nas competições organizadas pela Federação, Pra que então Departamento Técnico? Tenho pena do Fabio Nogueira, ter que engolir uma cambada de incompetentes desta.

NÃO PROCEDE
Tive informações de que caso perdesse os pontos, que é certo que vai perder, o presidente do Concórdia ameaçou que entraria na justiça comum para parar o Campeonato da Divisão Especial. Ai, resolvi consultar o meu amigo Dr.Wanderley Godoy, auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF (STJD), e a informações são de que, primeiro: mesmo que quisesse entrar na justiça comum, só poderia, após se esgotarem todas as instâncias dentro da justiça desportiva, segundo: entende ele que apesar da falha do Departamento Técnico da FCF em não ter detectado o erro logo no início, a responsabilidade é total do clube. E caso o Concórdia entre na justiça comum antes de se esgotarem todas a instancias na esfera esportiva, seria desfiliado pela Federação Catarinense de Futebol.

SE FOR VERDADE...
...aí é pra acabar de vez com a Divisão Especial. Uma informação vinda do meu informante quero-quero, que deu um rasante até a Federação Catarinense de Futebol (FCF), me falou que o número de clubes que atuaram com jogadores irregulares pode aumentar, disse ele que poderia chegar a sete. Olha caro leitor, se isto realmente se confirmar, acabou a competição. Fecha a porta e joga a chave fora.

A ESPERANÇA...
...é que com o retorno do poderoso chefão, que andou durante todos estes acontecimentos viajando com a seleção brasileira, a coisa de uma acalmada, pois nuca vi tanta esculhambação como aconteceu nestas dias últimas semana dentro de uma competição da Federação. Acho até que é a primeira vez em toda a longa gestão do presidente da Entidade, Delfim Pádua Peixoto Filho, que um time é campeão, O Brusque, e ele não vai entregar o troféu, porque o Marcilio Dias é quem vai ficar com o título.

NÃO ENTENDI...
...até agora, esta revolta dos dirigentes e torcedores do Brusque contra os dirigentes e torcedores do Marcilio Dias, inclusive os atacando através das redes sociais. O Marcilio Dias e seus torcedores não têm um mínimo de culpa, e fizeram o que deveria ser feito, coisa que se estivesse do outro lado o Brusque também faria. Tem que reclamar é contra os incompetentes que atuam no departamento de futebol do clube.

PENSANDO BEM...
...se a Divisão Especial já está essa bagunça toda, imaginem a Divisão de Acesso que vem por aí. Vai ser o fim do mundo.



ENQUANTO QUE...
...o presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfim Pádua Peixoto Filho, estava no Rio de Janeiro dando uma força pra Ong Viva Bicho, por aqui o bicho estava pegando



 







Data de publicação: 02/07/2013 Comentários

SÓ EMPATOU

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

SÓ EMPATOU

 







Site auditado pelo IVC

Política de privacidade | Termos de uso | Central do assinante | Dúvidas frequentes | Anuncie | Mapa do site | Expediente | Fale conosco

  Curta o DIARINHO no Facebook DIARINHO 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por

www.diarinho.com.br