DIARINHO Online

Pular para o conteúdo

15h05 - Sábado, 30 de Agosto de 2014.

Acesso do Assinante

Esqueceu a senha? Clique aqui.

NOTÍCIAS QUENTINHAS

Cadernos > NOTÍCIAS QUENTINHAS > Filho de empresário se joga de carro da ponte do canal do Itajaí-mirim

MERGULHO PRA MORTE

Filho de empresário se joga de carro da ponte do canal do Itajaí-mirim

03/03/2012 - 09:09 - Atualizado em 03/03/2012 - 09:13

Tamanho da letraBotão para diminuir a letraBotão para aumentar a letra

Minutos antes, Rafael dos Reis ligou pro pai e anunciou a tragédia

O jovem Rafael dos Reis, 21 anos, mergulhou pra morte, às 8h da manhã de ontem em Itajaí, ao jogar seu carro da ponte do canal retificado no rio Itajaí-mirim, na BR 101, região da colônia japonesa. O corpo de rapaz, que era paraplégico, foi retirado uma hora depois sob os olhares incrédulos do pai, o empresário itajaiense Juciel dos Reis, dono da construtora Policons. Minutos antes da desgraça, Juciel havia recebido uma ligação do filho anunciando que iria se matar. O prefeito Roberto Carlos de Souza, amigo da família e que acompanhava o pai de Rafael, revelou que o rapaz não suportava mais a idéia de viver em uma cadeira de rodas. A chocou os motoristas que passavam pela rodovia. Rafael seguia com o carango Fiat Stilo em alta velô e se jogou contra a mureta da ponte. O carango vou para o canal do rio Itajaí-mirim e afundou em poucos minutos.
Bombeiros e socorristas da concessionária Autopista Litoral Sul chegaram logo depois, mas somente conseguiram encontrar e retirar o cadáver de Rafael uma hora depois da desgraça. Juciel e outros familiares acompanharam o resgate do cadáver.

Antes de se matar, Rafael ligou pro pai
Rafael trabalhava na empresa do pai, a construtora Policons. Há pouco mais de um ano e meio, estava numa na cadeira de rodas. O empresário Juciel revelou ao DIARINHO que o filho não aceitava ser cadeirante. “Ele nunca absorveu a idéia de ser paraplégico”, afirmou, entre lágrimas.
O prefeito de Navegantes, Bob Carlos, estava com Juciel quando ele recebeu a notícia. “Eu sou amigo da família. Por coincidência ele [pai] estava comigo na hora. Eu achei que ele não tinha condições de ir e o levei até lá”, explicou.
Bob Carlos não tem dúvidas de que Rafael provocou o acidente que o matou. “Ele se suicidou infelizmente”, disse, revelando: “Ele ligou pro pai, agradeceu o pai por tudo que ele já tinha feito, mas disse que não aquentava mais”.

Desempregado assistiu ao suicídio
Claudenício Schneider, 36 anos, passava de bicicleta pela ponte no momento da desgraça. Chegou a pensar que fosse um acidente. Ele ia procurar emprego mas mudou os planos quando viu o Fiat Stilo passar em alta velocidade e cair no rio. Claudenício disse ao DIARINHO que nenhum outro carango estava envolvido na situação. “Ele tava bem rapidinho”, contou. “Quando eu cheguei perto, só dava pra ver o carro afundando” completou.
Assim que viu o Stilo cair no rio, o desempregado ligou pra polícia. Também disse que rapidinho um aglomerado de curiosos se formou às margens do canal do Itajaí-mirim.
A polícia Rodoviária Federal manteve o trânsito em meia pista naquele trecho da BR 101 até que o carango fosse retirado da água. Cerca de duas hora depois, quando o corpo já tinha sido levado das margens do canal, Claudenício subiu em sua bicicleta seguiu viagem para garimpar um trampo.

Rafael ficou paraplégico há um ano e meio
Rafael estudava engenharia civil e era responsável por acompanhar as licitações em que a Policons participava. O rapaz morava em Cordeiros, com a família.
O acidente que o deixou sem os movimentos da perna aconteceu também na BR 101, a mesma rodovia em que ontem escolheu para dar cabo da própria vida. Foi há cerca de um ano e meio. “Ele brigou com a namorada e tava indo pro bailão do Silva, em Penha. Tava sozinho e capotou”, contou o vereador Paulinho Amândio (PDT), amigo da família.
O rapaz, confirmou Paulinho Amândio, estava deprimido pelo fato de ter ficado paraplégico. “A gente via nas conversas que tinha com ele e tentava tirar essas coisas da cabeça dele”, comentou o vereador.
Mas nem todo mundo sabia da depressão de Rafael. “Ele era uma pessoa bem feliz, não aparentava ter problemas”, disse uma funcionária da Policons, que tinha contato diário com o rapaz. “Ainda ontem (quinta-feira) a gente tava rindo, brincando com ele”, lembrou a moça, se dizendo espantada com a versão do suicídio. A empresa fechou ainda pela manhã, quando a notícia pegou todos de surpresa.

Tá maus, procure o pessoal do CVV
Se você tá maus ou tá vendo que alguém conhecido tá pra baixo, não pense duas vezes e ligue pros voluntários do centro de Valorização da Vida (CVV). Em Itajaí eles atendem pelo telefone 3349-4111, das 15 às 23h. Também dá pra marcar uma conversa no téti-a-téti.

Envolvidos

  • Claudenício Schneider , 36 anos.
  • Juciel dos Reis .
  • Rafael dos Reis , 21 anos.
  • Roberto Carlos de Souza .


Ler mais matérias de NOTÍCIAS QUENTINHAS

O empresário Juciel (de azul) é consolado pelo prefeito Bob Carlos enquanto vê o corpo do filho ser retirado do canal (Estagiário Azarado)

Localização

Fotos




Comentários

Você precisa ser um usuário cadastrado no portal para visualizar e enviar comentários. Se você tem cadastro faça o login aqui. Se ainda não é cadastrado, clique aqui.



Voltar

Site auditado pelo IVC

Política de privacidade | Termos de uso | Central do assinante | Dúvidas frequentes | Anuncie | Mapa do site | Expediente | Fale conosco

  Curta o DIARINHO no Facebook DIARINHO 2013. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por

www.diarinho.com.br